Dependência Química



Fatores Envolvidos na Dependência Química e no Alcoolismo

18 Maio, 2013


Toda palavra descuidada pode gerar muita confusão. Uma palavra de desamor pode arruinar uma vida, enquanto que uma palavra de amor é uma benção, uma alegria que ilumina e aquece todo o ambiente da nossa existência.

E há pessoas que são mais sensíveis às palavras do que outras. Palavras não são apenas sons ou sensações audíveis que estimulam o nosso sentido do ouvido.

Elas muito mais que isso, expressam nossos conceitos e preconceitos, e envolvem ética e o nosso modo de ver o mundo.

As palavras podem muitas vezes ser tóxicas, revelando preconceito e discriminação. O preconceito é a pior forma de se entender o ser humano. As pessoas assim, criam seus próprios venenos para se intoxicarem.

O veneno pode estar no olhar, na indiferença, na ansiedade pelo medo daquilo que é diferente, medo de algo que não está sob nosso controle, que não se domina.

E as pessoas não costumam falar ou comentar sobre essas coisas, sobre suas percepções ou seus sentimentos, e fecham janelas e portas para expressar isto que é tão importante. E se intoxicam, guardam o pior de si, para si, até que tudo isso se transforme em amargura e dor na alma.

dependencia quimicaDependência Química e Alcoolismo.

Seja Bacharel em Teologia! Curso completo e SEM MENSALIDADES!

O Controle Emocional

Mas não podemos permitir que a margura de outrem nos atinja e nos torne amargos também. Cabe a nós darmos permissão ou não, a tudo que ouvimos, de que essas palavras encontrem ou não repercussão em nós mesmos, pois a sua reação, o seu descontrole emocional, o que sai de você é o que realmente te atinge e te faz amargurado.

"Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem. Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias." Mateus 15:18-19

Sociedade Consumista

Na nossa sociedade cada vez mais consumista, o ser humano é visto apenas como uma escada para se chegar ao poder. É crescente o número daqueles que usam as pessoas e amam as coisas. E passam suas vidas em busca de distrações para não perceberem o mundo.

"Distrações" do futebol, do samba, do carnaval, do funk, do sexo, "distração" da droga.

Tudo é feito para não durar, para induzir ao consumo em excesso. Egos e vaidades, amizades superficiais são alimentadas com aquilo que as destrói. Os ritos de iniciação modernos e as comemorações induzem cada vez mais jovens a consumir álcool e outras drogas, cada vez mais cedo em suas vidas.

O Desgaste Familiar

Dentro de casa, as pessoas estão tão próximas umas das outras, mas é como se não se enxergassem mais. É como se cada uma estivesse em seu mundo particular, eletrônico ou não, a família acaba perdendo o seu status de poder superior, para quem deveriam ser compartilhadas as dificuldades e os medos de cada um de seus membros.

A família precisa ser um porto seguro, onde se pudesse expor e trabalhar os defeitos de caráter que todos possuímos, e não enfrentamos, o que faz com que estas falhas se fortaleçam, transformando-as em verdadeiros gigantes dentro de nós.

Mas é preciso aprender a se abrir, conversar e jogar a sujeira pra fora.

Há coisas que são ditas em casa que não servem pra nada, são lixo, trazem ainda mais conflitos. Acusações não vão mudar nada nas pessoas, só trazem mais vergonha e culpa.

Um ponto de desgaste nas relações familiares é que as pessoas vivem muito compartimentadas, com comportamentos diferentes no trabalho e em casa. Quem você é em casa? Você é uma pessoa em casa e outra no trabalho?

Como você é recebido e percebido no seu trabalho? Você é alguém confiável? Vale a pena vencer a qualquer custo?

Como você é recebido em casa? Será que há alguém que abre a porta pra você ao chegar, e que demonstra profunda alegria com sua presença? Você ilumina o seu lar?

São reflexões muito importantes, estas citadas acima, pois ajudarão a entender diferenças e questões que precisam ser resolvidas na família.

Não podemos mudar ninguém, nem fazer as pessoas do jeito que nós queremos. Mas podemos modificar a nós mesmos, as nossas reações e emoções. E sermos em si mesmos luz, e levar essa luz aos outros.

O que vale a pena na vida não é esperar o amor dos outros, mas amar cada vez mais e melhor esta humanidade perdida. Isso só depende de nós.

O sol brilha para todos, e ele não cobra nada pela luminosidade que traz, tanto sobre justos, como sobre injustos. Você não pode ajudar alguém, na perspectiva de receber alguma recompensa ou reconhecimento. Você tem que ser luz em essência, e se doar, sem interesses, por menores que sejam.

os narcóticos anônimos Os Grupos de Apoio como os Narcóticos Anônimos na Dependência Química.

Seja Bacharel em Teologia! Curso completo e SEM MENSALIDADES!

As Falhas de Caráter

Ainda há o problema da vaidade natural de cada indivíduo. Todos possuímos imperfeições de caráter, entretanto, geralmente não queremos examinar ou pensar em nossos defeitos, porque é algo que julgamos ruím.

O medo de não ser amado, de dizer a verdade, em verbalizar o pior de nós para identificarmos os nossos defeitos, nos impede de compartilhar estas coisas com alguém de confiança ou com nossas referências superiores, como a família, a comunidade ou a igreja.

Assim a própria pessoa não se conhece, não sabe os seus limites, não sabe aquilo que pode lhe causar dor e não sabe como se controlar quando exposta à situações que trazem frustrações, e passa a querer se livrar dessa dor na alma de forma instantânea, com alguma fórmula mágica, geralmente substâncias químicas ou drogas.

E as substâncias químicas agravam estas falhas de caráter, e ainda mais, distorcem totalmente o comportamento do usuário, pois este fica impedido de perceber a realidade da forma como a vida realmente é.

E este gigante torna-se auto-alimentável. A não reflexão, a falta do auto-conhecimento, leva ao descontrole em situações negativas, que produzem profunda frustração, ansiedade, que levará a dor sentimental, que por sua vez se tornará insuportávelmente sufocante e demandará mais alívio instantâneo, mais drogas, mais drogas.

De forma que a percepção da realidade vai se perdendo cada vez mais, em um consumo compulsivo que segue arrastando tudo em volta, consumindo e acabando com recursos materiais, financeiros e psicológicos, arrasando a si mesmo e aqueles que o amam também.

O dependente químico perdeu o sentido da vida e a alegria para alguma coisa. E usa a droga para substituir esse sentido.

A Vítima - O Perseguidor - O Salvador

E a família sofre junto, e como sofre, ao ponto de poder ser destruída se não souber enxergar que está desenvolvendo uma co-dependência, que precisa ser tratada e orientada também.

A família do dependente químico quer ajudar mas não sabe como. E é contagiada pela doença do ente querido, um mundo de desculpas e mentiras, onde ele quer que as pessoas acreditem.

A proximidade da família com o doente é muito grande, e ambos não percebem que acabam performando um jogo sutil, repetitivo, visto em inúmeros casos de co-dependência, onde os players podem ser facilmente identificados:

  • A Vítima - Usa da culpa e da obrigação para mobilizar atenção;
  • O Perseguidor - "Acabei minha vida por sua causa e é isso que você me dá?" O perseguidor acusa e via de regra se transforma também em vítima; e
  • O Salvador - Tenta tirar a responsabilidade da vítima, do doente usuário. Quer ajudar, mas não sabe como. Mas o dependente tem que "sentir na pele" o mal que está causando a si mesmo. Temos que deixar que as pessoas sofram naturalmente as consequências de seus atos. É preciso dar limites. Há familiares, que tentam compensar sua sensação de culpa e passam a ter gosto pelo "papel de salvador".

E essas posições não são fixas, as pessoas mudam dinâmicamente os seus papéis. A mesma pessoa que persegue, depois acusa e vira vítima. O salvador do doente torna-se o perseguidor de outro membro da família quando defende o paciente das acusações de tal pessoa. E assim por diante.

A questão é, onde você está perseguindo? Onde você está sendo o 'salvador'? Quando é que você 'dá uma de vítima'?

É preciso quebrar este triângulo dramático. Acusações por acusações de nada adiantam, só vão despertar mais raiva e culpa.

o triângulo dramático de karpman na dependencia quimica A Vítima, o Perseguidor e o Salvador na Dependência Química.

Seja Bacharel em Teologia! Curso completo e SEM MENSALIDADES!

A Fisiologia do Cérebro Adolescente

O entendimento das transformações que o corpo e o cérebro de uma criança sofre ao entrar na adolescência, ajuda aos pais a compreender os conflitos hormonais e existenciais que seus filhos podem estar passando.

O cérebro da criança é muito sensível a um neurotransmissor chamado dopamina, pois tem muitos receptores de dopamina nas suas ligações neurais. A dopamina é uma substância que está envolvida com o controle do humor, da cognição, do sono e da memória.

Assim, como o cérebro das crianças estão "inundados" por receptores de dopamina, brincadeiras simples são suficientes para estimulá-las, fazendo-as alegres, interessadas.

Mas quando elas entram na adolescência, o cérebro ainda em desenvolvimento, perde muitas ligações e receptores de dopamina, podendo diminuir para 1/3 ou até para metade desses receptores.

Tempo em que se percebe a conhecida "preguiça" do adolescente. Tudo se torna chato nesta fase da vida. Ele precisa de estímulos mais vigorosos para inundar o seu cérebro de dopamina e sentir-se empolgado, vibrante, "legal".

Daí vem uma tríade que ficou muito famosa entre os jovens de todos os tempos: "Sexo, Drogas e Rock and Roll".

O uso da música em volumes altíssimos vem do fato de que a música atua estimulando o sistema vestibular , localizado no conjunto de órgãos internos do ouvido, o que ajuda na liberação de dopamina pelas células nervosas, trazendo maior sensação de bem-estar.

Igualmente na dança, no movimento muscular, está envolvida a secreção de outro neurotransmissor que traz também a sensação de bem-estar, neste caso a substância é chamada de serotonina.

Nesta etapa da vida, quando o desenvolvimento do cérebro não está ainda completo, o uso de drogas como estimulantes pode ser devastador, pois o cérebro irá se condicionar a perceber o "bem-estar" e a "felicidade" somente sob o estímulo dessas substâncias químicas.

Diz-se então que o indivíduo tornou-se quimicamente dependente das drogas. E será muito mais difícil de se deixar de usar drogas, pois o cérebro com seus mecanismos de recompensas, passa a armazenar memórias de prazer.

Os Gatilhos que levam à Recaída

E todas as circunstâncias que lembrem ao cérebro sobre situações ou percepções, que estiverem ligadas anteriormente ao uso de drogas, poderá ativar esta memória de prazer, fazendo com que o mecanismo de recompensa de prazer busque compulsivamente pelo uso de tais substâncias químicas novamente.

O usuário perde totalmente o controle, tentando "recuperar o tempo perdido", em recaídas cada vez piores. A recaída faz parte da doença. Ele quer parar de usar mas não consegue, pois não tem como vencer seu próprio cérebro.

Por isso, o dependente químico em recuperação, tem que evitar qualquer situação que possa lembrar do uso de drogas, ou que possa levar ao uso. É necessário uma mudança de vida, mudança de estilo de vida, mudança na filosofia de vida.

E evitar estas circunstâncias, situações, ambientes, e até pessoas que possam disparar o gatilho que aciona o seu "mecanismo de recompensa e prazer", no uso de substâncias químicas.

No alcoolismo por exemplo, o simples cheiro da bebida alcoólica pode disparar este gatilho, fazendo com que o dependente químico tenha uma recaída.

Uma briga, uma discussão, relacionamentos mal resolvidos podem também ser o motivo do início de uma angústia e frustração, que vão adoecer a alma e fazer com que o usuário volte a recair no uso da droga lícita ou ilícita.

Evite o primeiro gole, evite a primeira palavra tóxica, saiba reconhecer situações que podem acabar em uma discussão que não vai levar a nada. Procure dialogar, reconstruir, perdoar, compreender e amar. Reconstrua o perdão, passo a passo, pessoa a pessoa. Dá trabalho, mas lava a alma, renasce o nosso ser.

Estou com Muita Vontade de Usar, o Que Faço?

E se você estiver em uma angústia, deprimido ou com aquela dor no fundo do seu ser, ansioso ao extremo, com muita vontade e fissura de voltar a usar drogas (lícitas ou ilícitas), antes de qualquer coisa, fale com alguém.

Procure alguém da sua confiança ou até mesmo ligue pelo telefone, mas fale, verbalize essa vontade, se abra e procure entender o motivo que está te levando ao desejo pela droga.

Resista só por mais um dia, um dia de cada vez. Faça um esforço, vai valer a pena!

"Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal." Mateus 6:34

Saia dos ambientes que possam te induzir ao consumo. Procure por pessoas que irão te acrescentar algo de útil e que vão te apoiar. E por último, creia em Deus, se possível reúna suas forças e ore, peça ao Senhor Jesus que te ajude nessa hora, abra o seu coração, Ele te ouvirá.

O Tratamento para Dependência Química

A Participação da Família

E o aprender a compartilhar seus medos e frustrações com as pessoas, por mais simples que possam ser, pode ser a luz da simplicidade que o iluminará.

Você pode começar compartilhando com sua própria família.

Quantas possibilidades agente perde na família pensando que sabemos tudo a respeito de nossos filhos, parentes ou pais. Há muitas boas possibilidades, mesmo naqueles que estão doentes pelas drogas.

Os dependentes químicos muitas vezes já nem se lembram mais de quanta coisa boa ainda há dentro deles. Eles já não acreditam mais nessa possibilidade.

Mas cabe a nós como bons garimpeiros, encontrar o que há de melhor neles. Veja que o garimpeiro trabalha separando o cascalho do ouro, mas sempre procurando pelo ouro.

Há muito cascalho nas pessoas, mas nós devemos buscar nelas o "ouro", o melhor delas, que elas mesmas já não sabem mais como encontrar.

A família tem que inspirar esta redescoberta.

Mas se os pais simplesmente optarem por impor as suas vontades, oprimindo os seus filhos, sem darem chance de que eles venham a expor o que elas pensam, a confiança, um fator crucial na luta contra as drogas, será quebrada.

Igualmente os filhos não confiarão em pais que agem como "bananas", sem ter a mínima condição de guiá-los nesta batalha pela reabilitação.

A família tem que sim educar, mostrando que para cada atitude nossa há uma consequência.

Todos precisam entender que o consumo de entorpecentes é a expressão do descontrole emocional. A base da auto-estima positiva é o amor e o autorrespeito. Agora o desamor, a incompreensão e o medo levam à frustração, à insegurança e à baixa-estima.

Temos que ser assertivos, informar, tentar persuadir, mas sem atacar, sem acusar, sem culpar, sem cobrar o retorno da nossa dedicação. Sem o famoso "eu fiz tanto por você fulano, e é assim que você me agradece?!".

Os Grupos de Apoio

E a família precisa saber também que sua atuação é de fundamental importância na recuperação do usuário, pois a droga ocupa um espaço considerável na vida de um dependente. Porém depois que passa o período de abstinência, uma das coisas mais difíceis para o paciente é preencher este vazio que as drogas deixam.

Dentre várias ferramentas usadas nas psicoterapias contra as drogas, podemos citar com segurança os grupos de auto-ajuda como os narcóticos anônimos. Uma outra excelente opção seria procurar os CAPS - AD - Centro de Atenção Psicossocial - Álcool e outras Drogas, de sua cidade.

Lá você encontrará atendimento para pessoas que apresentam transtornos decorrentes do uso/abuso e dependência de substâncias psicoativas (álcool e outras drogas).

Geralmente o usuário não procura este tipo de ajuda pois acha que isto poderia lhe trazer algum dano à sua imagem.

Entretanto vale ressaltar que na maioria dos casos, as pessoas acham relativamente fácil manter uma mudança temporária, dexando de usar substãncias químicas temporariamente. Mas a manutenção dessa mudança é que se torna extemamente difícil, se não for acompanhada de atividades e ajuda.

Claro que nas internações em clínicas de recuperação, poderão ser usados medicamentos para conter a ansiedade, como o diazepam e etc, em apoio ao tratamento. Mas trabalhar o controle da raiva e enfrentar questões estruturais, que estão na base do caráter do indivíduo, através das psicoterapias de grupo e individual, vai sempre ser muito positivo.

Medicamentos Utilizados para Dependentes Químicos

  • Maconha: Especificamente não há um medicamento que acabe com o vício em maconha. Entretanto, há o rimonabanto, um remédio contra a obesidade, que demonstrou alguma eficácia contra esse tipo de vício.
  • Cocaína: Igualmente, não existe um remédio específico para o tratamento da dependência em cocaína. Os anticonvulsivantes topiramato e o pergolide, são os mais comumentes utilizados.
  • Heroína: A metadona é um dos medicamentos mais antigos, usados no combate ao vício da heroína. A buprenorfina também age sobre os receptores opióides. Esses remédios devem ser utilizados somente sob supervisão médica, pois também podem ocasionar dependência.

Os Doze Passos Para Deixar a Dependência Química

Uma das palavras-chave que devem fazer parte da vida de quem deseja deixar a dependência das drogas e do alcoolismo, é a reconstrução.

Os doze passos dos narcóticos anônimos, que também se aplicam àqueles que têm problemas com a bebida alcoólica, são uma forma didática, gradual e passo a passo de se reconstruir o entendimento de si mesmo, bem como do reparo nas relações com as pessoas que eventualmente tenhamos magoado.

Não deve ser entendido como algo engessado, inflexível, pois se necessário, poderemos voltar a um passo anterior sempre que se julgar necessário, para melhorar tanto a compreensão, como a execução daquilo que está proposto na descrição de cada um dos doze passos.

Primeiro Passo

Primeiramente, temos que admitir a nossa dependência, a adicção, o vício. E que na nossa impotência, não conseguimos controlar a nossa vida. É o momento de assumir, de reconhecer que estamos doentes.

Segundo Passo

Aqui temos fé que somente um poder maior, o amor, a verdadeira amizade, a família e a busca de Deus, pode nos devolver a sanidade.

Terceiro Passo

Entregamos a nossa vida, o nosso caminho aos cuidados do Senhor, mesmo sem saber ou conhecer muito sobre Deus. Confiamos que Ele cuidará de nós.

Quarto Passo

Fazemos aqui uma profunda reflexão sobre si mesmo. Examinamos detalhadamente a nossa vida, as nossas atitudes e o nosso caráter.

Quinto Passo

Confessamos à Deus, a nós mesmos e a outras pessoas que temos falhas.

Sexto Passo

Prontificamo-nos a deixar que Deus renove o nosso ser, removendo e transformando todos esses defeitos em nosso caráter.

Sétimo Passo

Humildemente, chegamos a Deus e o pedimos que Ele nos faça nova criatura, e que remova os nossos defeitos.

Oitavo Passo

Com uma lista de todas as pessoas que prejudicamos, nos abrimos a tentar fazer reparações a todas elas.

Nono Passo

Fazemos reparações diretas a tais pessoas, sempre que for possível, menos quando fazê-lo possa prejudicá-las ou a outras.

Décimo Passo

Continuamente fazemos reflexões sobre nós mesmos, e reconhecemos quando estamos errados.

Décimo Primeiro Passo

Buscamos a Deus constantemente em oração, e pedimos a Ele que nos ajude a compreender a sua vontade, e que Ele nos ajude a fazer a sua vontade.

Décimo Segundo Passo

Tendo experimentado um despertar espiritual, como resultado destes passos, procuramos levar esta mensagem a outros adictos e praticar estes princípios em todas as nossas atividades.



Leia Também:

a ressurreição do filho da viúva de naim
O Filho da Viúva de Naim
O mestre movido em si mesmo, aproxima-se do esquife, uma espécie
a mulher cananeia
A Mulher Cananéia
uma narração que conta como uma simples mãe, obstinada, conseguiu
jacó lutou com o anjo
Jacó Luta com o Anjo
A luta de Jacó com o Anjo no vau do rio Jaboque. Jacó não desistiu, lutou com o



Estudos Bíblicos

Derrubando Muralhas de Jericó
Uma das histórias mais bonitas da blíblia, esta que nos fala sobre o cego de Jericó....
ESTUDO BÍBLICO
A Cura do Paralítico de Cafarnaum
Cafarnaum, vem do hebraico Kfar Nachum, ou seja, aldeia de Naum. Era uma aldeia...
ESTUDO BÍBLICO
O Filho Pródigo
Uma das histórias mais contadas e recontadas da bíblia, muito conhecida a parábola do...
ESTUDO BÍBLICO
Zaqueu o Publicano
A história da conversão de Zaqueu se passa em Jericó, uma cidade que ficava...
ESTUDO BÍBLICO
A Cura Emocional
Se há um sentimento que permeia a alma do ser humano, este é o da culpa...
ESTUDO BÍBLICO
curso bacharel em teologia
A Mulher Adúltera
Era muito difícil a posição da mulher na cultura judaica do primeiro século...
ESTUDO BÍBLICO
A Mulher Samaritana
Missões é um assunto de simples compreensão. Falar de Missões é falar...
ESTUDO BÍBLICO
A Fuga de Jacó
Encontramos no livro de Gênesis, capítulo 28, uma naração...
ESTUDO BÍBLICO
aprenda como fazer pregações
A Mulher Cananeia
Muito edificante a história da mulher cananéia. Esta é uma narração que...
ESTUDO BÍBLICO
Jesus Anda Sobre o Mar
Amplamente conhecida a história em que Jesus e Pedro andaram sobre as àguas...
ESTUDO BÍBLICO
Jesus o Pão que Desceu do Céu
Tendo Jesus andado sobre as àguas, socorrido os seus discípulos que estavam a...
ESTUDO BÍBLICO
A Cura de um Cego de Nascença
Este homem, cego, que havia passado toda sua vida na escuridão, era visto...
ESTUDO BÍBLICO
A Cura do Leproso
E ali estava o leproso. Uma vida devastada pela lepra. Até o dia...
ESTUDO BÍBLICO
A Ressurreição de Lázaro
clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora...
ESTUDO BÍBLICO
O Paralítico no Tanque de Betesda
Trinta e oito anos paralítico e ele estava ali...
ESTUDO BÍBLICO
O Sermão da Montanha
Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus...
ESTUDO BÍBLICO
Jesus Acalma a Tempestade
E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: Mas quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?...
ESTUDO BÍBLICO
A Multiplicação dos Pães e dos Peixes
Deus pode usar, multiplicar e te fazer prosperar. Agora você precisa utilizar o que você tem...
ESTUDO BÍBLICO
Dê a César o que é de César
César representa este sistema humano que quer obter obediência atravéz do medo, pelo uso da força...
ESTUDO BÍBLICO
A Mulher do Fluxo de Sangue
Deus pode usar, multiplicar e te fazer prosperar. Agora você precisa utilizar o que você tem...
ESTUDO BÍBLICO
O Filho da Viúva de Naim
aproxima-se do esquife (uma espécie de urna fúnebre) e o toca. O cortejo é paralizado...
ESTUDO BÍBLICO
A Filha de Jairo
E Jesus, tendo ouvido estas palavras, disse ao principal da sinagoga: Não temas, crê somente...
ESTUDO BÍBLICO
A Ovelha Perdida
assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento...
ESTUDO BÍBLICO
Nicodemos e o Novo Nascimento
Nicodemos, nome grego que significa "homem do povo", muito frequente entre os judeus. Nicodemos pertencia aos principais do judaísmo...
ESTUDO BÍBLICO
O Bom Pastor
O redil era frequentemente cercado por uma muralha de pedra, e , por sobre o muro, colocavam feixes de espinhos ...
ESTUDO BÍBLICO
A Galiléia
No primeiro século de nossa era, a Galiléia era limitada a sudoeste pela cordilheira do Carmelo. A Galiléia se estendia a sudeste ...
ESTUDO BÍBLICO
Caim e Abel
Eles possuíam cerda de 100 a 130 anos de idade, quando Caim matou abel ...
ESTUDO BÍBLICO
A Criação do Mundo
"No princípio Deus Criou os Céus e a Terra". Esta afirmação de do livro do Gênesis, capítulo 1.1, já foi tema de muitos debates ...
ESTUDO BÍBLICO
O Natal - O Nascimento de Jesus
Ainda no Jardim, com a queda do homem, Deus em sua graça e misericórdia fez uma promessa de redenção ...
ESTUDO BÍBLICO
A Pesca Maravilhosa
E Jesus espremido pelo povo, ensinando, sobe no barco de Pedro e se distancia um pouco da margem ...
ESTUDO BÍBLICO
A Pecadora Ungiu Pés Jesus
Jesus, pés descalços, pés empoeirados, cheios de marcas dos caminhos que passara. Quanta simplicidade ...
ESTUDO BÍBLICO
A Cura do Cego de Betsaida
Cuspir nos olhos pode ser considerado algo um tanto estranho para nós que somos do século XXI...
ESTUDO BÍBLICO
A Parábola do Semeador
E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear...
ESTUDO BÍBLICO
A Parábola do Joio e do Trigo
A Parábola do Joio e do Trigo, no livro de Mateus cap. 13:24-30, está intimamente ligada...
ESTUDO BÍBLICO
A Parábola do Grão de Mostarda
A Parábola do Grão de Mostarda, descrita no texto de Mateus 13:31-32, uma pequena semente...
ESTUDO BÍBLICO
Jesus no Getsêmani, Suor e Sangue
E o seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão...
ESTUDO BÍBLICO
Jesus é Preso
E Jesus lhe disse: Judas, com um beijo trais o Filho do homem...
ESTUDO BÍBLICO
Jesus Perante Caifás e Sinédrio
Eu o sou, e vereis o Filho do homem assentado à direita do poder de Deus, e vindo sobre as nuvens do céu...
ESTUDO BÍBLICO
As Bodas em Caná
Quando ele provou do vinho que Jesus transformara da água, cuja procedência ele desconhecia...
ESTUDO BÍBLICO
Preparativos da Última Ceia
Quinta-feira era o primeiro dia da Festa dos Pães Asmos, em que os judeus imolavam...
ESTUDO BÍBLICO
Jesus é Flagelado
Quantas lamúrias precediam uma flagelação! As vítimas gritavam por misericórdia...
ESTUDO BÍBLICO
A Verdade Vos Libertará
"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." Para cada percepção de verdade na existência humana...
ESTUDO BÍBLICO
Salmos 91 - O Esconderijo do Altíssimo
"Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo à sombra do Onipotente descansará. Direi do Senhor Ele é o meu Deus, o meu escudo...
LEIA O ESTUDO
Salmos 23 - O Senhor é o meu Pastor
O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos. Guia-me mansamente a águas tranquilas...
LEIA O ESTUDO
Pregações Evangélicas
Esboços de Pregações Evangélicas e Sermões Evangélicos, com informações geográficas, históricas e culturais, que ajudam a preparar uma ótima pregação...
SAIBA MAIS

a cruz de jesus