Os Dez Mandamentos da Lei de Deus no Contexto da Graça de Jesus

Estudos Bíblicos22 Março, 2013Por Israel do Nascimento Silva


Os Dez Mandamentos, dados por Deus ao povo de Israel, através de Moisés, o grande legislador do antigo testamento, causaram um profundo impacto no mundo inteiro.

Os efeitos dos dez mandamentos podem ser sentidos ainda hoje, pois exercem uma visível influência na religião e na lei civil de diversas sociedades da atualidade.

Vamos abordar mais abaixo neste estudo, os pontos mais importantes dos Dez Mandamentos, procurando sempre trazê-los ao contexto e à interpretação que o nosso Bom Mestre Jesus nos deixou em suas palavras de graça e amor.

O Local Onde Moisés Recebeu as Tábuas dos Dez Mandamentos

O encontro entre Deus e Moisés ocorreu na cordilheira da península do Sinai, algumas vezes chamado de Monte Horebe, outras de Monte Sinai. A localização exata porém, não é conhecida.

Alguns picos da península do Sinai são sugeridos como sendo o verdadeiro Sinai, local onde Moisés recebeu de Deus as tábuas com os Dez Mandamentos. Entre eles podemos citar a montanha de Jabel Musa, com cerca de 2.225m de altura, que possui uma região plana, onde os hebreus poderiam ter fixado o acampamento;

Jabel Serbal com 2.027m também poderia ter sido o local onde a lei foi revelada a Moisés, e, por último, o Jabel Katerina com 2.565m de altura.

"Porque partiram de Refidim e entraram no deserto de Sinai, onde se acamparam. Israel, pois, ali se acampou em frente ao monte." Êxodo 19:2

os dez mandamentos no monte sinaiO Monte Sinai, Onde Moisés Recebeu os Dez Mandamentos da Lei de Deus.

Seja Bacharel em TEOLOGIA! Curso Completo e Sem Mensalidades!

Os Dez Mandamentos

Era comum no antigo oriente, os reis apresentarem os termos de seu reinado, na forma de um pacto e de uma aliança com seus súditos. E o Senhor, Rei onipotente chama aqui nos Dez Mandamentos os filhos de Israel à uma aliança, um pacto de um reino eterno, revelando-lhes o coração da sua lei.

Os quatro primeiros mandamentos falam sobre os deveres dos seus servos para com Deus. Os outros seis, tratam da regulamentação das relações entre os próprios seres humanos. A lei trazia uma proposta de proteção ao homem e a família, mais do que somente uma relação de culto.

Não Terás Outros Deuses

"Não terás outros deuses diante de mim." Êxodo 20:3

O Senhor é o único e verdadeiro Deus. Na realidade, não há outro Deus. O que há é a tentativa de criaturas caídas, em roubar a glória que só pertence a Deus.

Muitos estudiosos afirmam que os hebreus só vieram a crer totalmente que o Senhor era o único Deus vivo, no século 8 a.c. , na época de Amós.

Na atualidade, teologicamente falando, seguimos uma conduta monoteísta, não cultuamos outros deuses. Entretanto, há circunstâncias em que objetos, eventos ou pessoas se tornam tão ou até mais importantes do que Deus pra nós.

Torna-se mais importante viver para o que é material, sem se importar com o espiritual. A busca por receber objetos, posses, prosperidades puramente materialistas, através de uma "espiritualidade", vai se constituir em um tipo de culto ao que é perecível e passageiro.

As riquezas também têm se tornado "o deus" de muitos.

Não Farás Imagem de Escultura

"Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra."
Êxodo 20:4

A idolatria era uma pecado gravíssimo. Os povos antigos estavam tão envolvidos com a idolatria, que os ídolos, além de ojetos de adoração, também passaram a ser uma espécie de escritura, como um documento que atestava a propriedade das terras onde moravam.

Eis um dos motivos porque Raquel, mulher de Jacó roubou um ídolo de seu pai Labão, ela queria a herança na terra de seu pai.

Mas Deus ordenou que os israelitas não poderiam produzir nada que desviasse a adoração ao Senhor. Deus não aceita nenhuma forma de adoração a outro deus. Ele é um Deus zeloso, [do hebraico el ganna], zela pela verdade.

Havia uma grande dificuldade dos povos antigos, em entender que Deus é espírito, e que não podiam vê-lo, mas adorá-lo em espírito e em verdade. Este era um conceito elevado, que Jesus viria explicar melhor no seu diálogo com a samaritana.

"Não te encurvarás a elas nem as servirás;"Êxodo 20:5

E infelizmente, há pessoas que por sua notoriedade, por seus talentos, por suas habilidades em alguma área da vida humana, tornam-se em mitos, em "super-stars". Muitos acabam por idolatrá-los, mesmo que quase sem perceber.

A Misericórdia é Maior que a Ira de Deus

"porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam." Êxodo 20:5

Este texto foi muito usado pelas seitas religiosas do tempo de Jesus, que exageravam a sua interpretação, cuja a teoria da causa e efeito afirmava que as doenças de nascença eram maldições hereditárias, resultado do pecado dos pais.

Mas para que essa maldição ocorresse, o texto deixa claro a necessidade de se odiar a Deus, primeiro.

"E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus mandamentos." Êxodo 20:6

E veja que se Ele visita a maldade até a terceira e quarta geração, a Misericórdia do Senhor [do hebraico hesed, amor leal] é muito maior do que a sua ira, pois diz logo em seguida que a sua misericórdia se estenderia a milhares de gerações daqueles que são íntegros.

Basta então que o homem se arrependa, em nome de Jesus, para quebrar a maldição do pecado.

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." 2 Crônicas 7:14

as tabuas dos dez mandamentos Moisés Recebe as Tábuas de Pedra Contendo os Dez Mandamentos.

Seja Bacharel em TEOLOGIA! Curso Completo e Sem Mensalidades!

Não Tomarás o Nome do Senhor em Vão

"Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão; porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão." Êxodo 20:7

Usar o nome do Senhor Deus em vão [do hebraico shaw'], é utilizá-lo fora do contexto da reverência, com trivialidade ou insignificância, ou citá-lo de forma imprudente ou banal.

E há situações em que se usa o nome do Senhor, apenas para se justificar uma opinião ou um julgamento. Quantas guerras já foram e continuam sendo travadas "em nome de Deus"? Quanta discriminação, separação e acepção de pessoas não são feitas em nome da religião?

Há muitos que exploram a boa fé das pessoas "em nome de Deus". Usam o precioso e santo nome do Senhor para praticar charlatanismo e curandeirismo, enriquecendo às custas de fiéis inocentes.

Mas os que proferem o nome do Senhor em vão, prestarão contas no último dia e o Senhor não os tomará por inocentes.

Lembra-te do Dia de Sábado

"Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra." Êxodo 20:8-9

O quarto mandamento era o símbolo da aliança entre Deus e Israel no monte Sinai. A palavra Shabat significa descanso. Todo trabalho, toda obra deveria cessar nesse dia. Durante o Shabat os israelitas adoravam a Deus e relembravam a sua libertação do Egito.

Porém , para nós, mais do que falar de um dia separado para que sejamos mais religiosos, o sábado apontava para o descanso que há em crer e confiar na graça salvadora de Jesus pela cruz.

No tempo do antigo testamento, só se podia chegar a Deus e obter perdão através de obras de sacrifício. Era trabalhoso e cansativo seguir a tantas prescrições que a lei previa.

Mas como afirma o Gênesis, depois de toda a sua obra na criação, Deus descansou. Assim, depois de toda a obra redentora de Jesus, com seus sofrimentos e sua morte, o seu sacrifício vicário nos permite entrar no descanso de Deus.

"Porque nós, os que temos crido, entramos no repouso, tal como disse: Assim jurei na minha ira Que não entrarão no meu repouso;" Hebreus 4:3
"Portanto, resta ainda um repouso para o povo de Deus. Porque aquele que entrou no seu repouso, ele próprio repousou de suas obras, como Deus das suas." Hebreus 4:9-10

E hoje não é mais por nenhuma obra meritória, mas somente pela confiança na graça que nos faz estar no descanso eterno do Senhor, sem depender de religião, sacrifício, ofertas ou qualquer outro intermediário para se chegar à Deus, o nosso Senhor Jesus.

E quem crê que Jesus já finalizou a obra salvadora e pagou todo o preço pela remissão dos pecados, quem acretida nisso, entra no descanso divino, um eterno Shabat, onde se deve santificar todos os dias ao Senhor, e buscá-lo com todas as suas forças, com sinceridade de todo coração.

os dez mandamentos da lei de Deus Os Dez Mandamentos da Lei de Deus.

Seja Bacharel em TEOLOGIA! Curso Completo e Sem Mensalidades!

Honra a teu Pai e Tua Mãe

"Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá." Êxodo 20:12

No tempo do antigo testamento, não havia aposentadoria. Assim os filhos eram responsáveis pelo cuidado e pelo sustento de seus pais, quando estes ficavam muito idosos e sem condições de trabalhar. Este cuidado era o elemento básico da responsabilidade social entre os hebreus.

O termo honrar significa tratar com importância, que indica uma atenção para além do simples sustento material, mas a lei falava também de uma reconciliação profunda dos filhos com a imagem de seu pai e de sua mãe.

O fato é que há muitas pessoas que carregam mágoas ou até traumas advindos de suas problemáticas relações com seus pais. É certo que alguns pais podem errar na condução da educação de seus filhos, uns mais, outros menos.

Quantas pessoas têm dificulade de se submeter à autoridade, por causa das lembranças ou dos traumas relacionais com seus pais.

Mas Deus afirma que devemos perdoar e compreender nossos pais. E aceitar a correção de um pai ou de uma mãe, é um exercício benéfico para que possamos também receber a correção de Deus pacificamente.

Portanto, pacifique as suas lembranças e o seu relacionamento com seus pais. O amor supera em muito as mágoas e os traumas.

Não devemos abandonar os nossos pais na sua velhice. Temos o dever de amar aqueles que nos geraram e nos deram a vida.

Não Matarás

"Não matarás." Êxodo 20:13

A lei proibia expressamente o dano mais grave que se pode impor ao semelhante, o homicídio. E nós cristãos não matamos, no sentido literal da palavra. Mas por vezes somos invadidos de hostilidades, energias de violência, impaciências que viajam dentro de nós.

E esses sentimentos de ira, quando não controlados, podem levar à palavras injuriosas que "matam" o próximo espiritualmente, ou no nosso coração.

Por isso Jesus ampliou o sentido deste mandamento, com as palavras "raca", vocábulo aramaico que quer dizer "néscio", e uma segunda injúria "louco", em sentido moral "ímpio". E este mandamento é de tal subjetividade, que quem se comporta desta maneira, mesmo nunca matando, se torna homicida na alma.

"Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno." Mateus 5:22

Não Adulterarás

"Não adulterarás." Êxodo 20:14

A lei protegia a santidade do matrimônio como uma responsabilidade sagrada.

Jesus também neste mandamento, vai mais adiante e proíbe até os olhares voluntários e a cobiça interior. Há que se manter a pureza exterior como também a pureza interior. Temos que nos afastar do que pode colocar em risco a nossa comunhão com Deus.

"Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela." Mateus 5:28

Não Furtarás

"Não furtarás." Êxodo 20:15

Não só da proteção ao direito à propriedade e da proibição ao roubo a lei falava, mas daqueles tentam roubar os sonhos do próximo. Tentam atrapalhar de alguma forma a sua caminhada, prejudicando o seu desenvolvimento material, social ou espiritual. É como se lhe roubassem a própria vida.

Não Darás Falso Testemunho

"Não dirás falso testemunho contra o teu próximo." Êxodo 20:16

É uma proteção das pessoas contra a calúnia. Quantos não proferem palavras inverídicas contra seus semelhantes, quantas fofocas do tipo "eu ouvi dizer", "tudo indica", prejudicando a imagem e a reputação de alguém, que pode ser totalmente inocente.

Não Cobiçarás

"Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo." Êxodo 20:17

A palavra cobiçar [do hebraico hamad], significa "possuir enorme desejo por". Cobiçar é não só apreciar, mas ter uma vontade egoísta de se apoderar dos bens da outra pessoa.

Esse sentimento perverso acaba levando às atitudes de cobiça. A lei demonstra assim, que Deus quer que não só evitemos às práticas malígnas, mas que descartemos todo e qualquer pensamento leviano estabelecidos previamente em nossas mentes.



Leia Também:

A Criação do Mundo no Princípio
A Criação do Mundo
O poder criador da palavra de Deus ecoou pelo cosmos, transformando
Caim e Abel Estudo
Caim ainda tinha que aprender, imaginar, desenvolver e aplicar o
jacó lutou com o anjo
Jacó Luta com o Anjo
A luta de Jacó com o Anjo no vau do rio Jaboque. Jacó não desistiu, lutou com o
Comentários